quinta-feira, 21 de junho de 2007

Sexo culto

As idas e vindas de nossos corpos repartia a sanidade inexistente das almas ao nosso redor. Com intermitências angustiantes, a libido fingia parceria conosco. Tal satisfação sensível e sensual corria pra longe dos verdadeiros e apetitosos prazeres da carne e do espírito. Ora uma inanidade, ora motivo retardado de hilaridade. Pena capital. Recuei do notório sentimento de insatisfação, mas ponderei em não mais compartilhar meu pênis com sua vagina.
O objeto de nossos desejos transformou-se em cólera. Lastimei dúvidas e meditei pelo pior. Mas o pior seria o melhor, tanto pra mim, quanto pra você – por mais que a minha forma de lhe entregar as palavras fosse acalentadora e apaixonante. A partir do gozo que não fugia de mim, desisti da intromissão e da repetição de novas relações contigo.
Sabe, o que eu queria era um orgasmo coloquial, daqueles que se erra o português da maneira mais desvairada, de modo que o ponto G se confunda com o ponto J . Mas isso, você não poderia me oferecer!

36 comentários:

borrowing me disse...

quem diz que nestes momentos a alma é sã???

muito quente.

Mariliza Silva disse...

Ual, o clima aqui tá quente e gostoso!!!

Quanto ao meu jardim, o jardineiro o abandonou...

Beijão

Mariliza

Isadora A. disse...

melhor assim, não é ?
erros de português acontecem... só me preocupo é com a concordância !

¤(`×[¤ Juzinhah ¤]×´)¤ disse...

primeira visita, em retribuição... e gostei muito...

bjão!

Ju Lua...sobrenome indefinido até alguém ter coragem de me dar o seu! disse...

Alta voltagem por aki!
Obrigaaaaada pela visita viu, tava com saudade!
Bjoka!

Cida disse...

Adorei o texto e concordo com teu comentário. Beijos de borboleta para o poeta. Uma boa noite e um excelente final de semana.

Jana disse...

porque tem momentos que a gente só quer fuder a lingua portuguesa mesmo...

beijos

Dhyana disse...

O poder de uma decisão tomada é grande e poderoso.
Beijos...


ps: Ancas: parte do corpo humano onde o membro inferior se liga ao tronco;
quartos traseiros dos animais;
garupa.
Quadril.
Beijo. Adorei "ler-te" no templo.

alexia disse...

Bem...acho que escolhi a altura ideal para esta visita. Porque o fim-de-semana esta à porta, porque ontem começou o verão, porque a noite convida a erros ortográficos:))

Olha...nem sei se te deseje um arrefecimento ligeiro ou se te sugira uma continuação prolongada:))

Bj

Aju disse...

Paulo mto bom!!!!!!!!!!!!

O titulo ficou otimo =)

[]´s

dän disse...

rs... menino,
vim dizer OI!

"oi!"

:)

Paula Negrão disse...

Uau!
Profundo e de uma sinceridade..

beijos.

Elza disse...

Lindo!
Um orgamos deste é o que todos desejam, um deste que fazem as pernas tremerem, que vc não pode nem ficar de pé!
uau!
=]

Menina do Rio disse...

Ora pois! gostei do jeito franco de abrir o jogo!

beijos

Kah disse...

UAU!!!Quanta sensualida.Só não entendi como ele não poderia te proporcionar o tal sexo coloquial.E quem poderia?Mistério.Um beijo e lindo domingo!!!

Escorpiana Explosiva disse...

adorei o texto e aimagem estão maravilhosos os 2.

B. disse...

É mesmo necessário assassinar o português para gozar? Aí, tadinho dele, Paulo! rs

Por falar nisso, cadê a foto, hein?


Ps: eu estou com o texto semi-pronto do Onabru. Perdão pela demora, como sempre. :(

Ana Luíza disse...

Ei retribuindo sua visita
Obg ^^...
Bom começinho de semana pra vc!
O texto,parece mto sincero e intecionado!hhhehe
Bjo grandão!
Ate...

Felipe Dib disse...

muito bom!

Van disse...

Querido....
Seus comentários são simplesmente deliciosos. Pena que são poucos. Quero mais! Venha mais! Venha mais!
Beijuca

Fê Probst disse...

Quente. Na hora H ninguéms se importa com erros de português, etiquetas...

Ly disse...

Olha, só te digo......arrepiou, bjs

Ly

Carlinha disse...

Gostei, e ponto!
Viva a liberdade de se fazer (ou escrever) o que quiser.
Beijos!

Raysla Camelo disse...

Paulo... senti essa vontade de confundir o G com o J quando conheci uma pessoal especial... e não, não tive liberdade.

Saudade daqui também!

Beijos.

Lelinha disse...

"Basta passar uma “donzela” pela rua que os pensamentos são transportados para debaixo das roupas que ela veste."

Vontade de ser o super-homem, rapaz!?
=P

Adorei essa tua frase também: " de modo que o ponto G se confunda com o ponto J"... Muito inteligente dentro do contexto!

Muito bom conhecer gente nova e inteligente, viu!?

Beijocas...

Miosotis disse...

Sempre bom passar por aqui...
Boa semana.
Beijos e miosótis

Thiago Kuerques disse...

Ahahahahahah... to dizendo.

Imagino voce fazendo assim com a Dindi..."ponderei nao poder mais compartilhar meu pênis com a sua vagina"

To brincando cara

Ahhhh...mudei o endereço do blog
agora é
www.thiagokuerques.blogspot.com
Ficou mais apresentavel rs

Ahh sim...folgarei no sábado 07/07/07 rs
Abraçao cara

Bárbara P. disse...

Adoreeeeeeei!

Deu até pra entender o Hortelino Troca-letras agora. Uff!

Lorita disse...

E venho aqui agradecer tua visita e me deparo com um texto que me faz enrubecer! rs...

Mas vc tem estilo, gostei!

Bjm

Adrian Masella disse...

Ae Paulo!
Tem MEME no meu blog pra ti cara!!

Tomates e tomates!!

Abraços

Andreas Malthus disse...

O importante é que a mensagem seja compreendida...

.Sem Querer Saiu. disse...

passou em nosso blog há alguns dias...vimso que tem dois blogs...e não sabíamos em qual comentar...de qq forma tamo aqui agradecendo a visita...abraço!

Ácido Poético disse...

Um culto ao sexo!

Abraço
Brunø

Lara disse...

orgasmo coloquial...esse vai entrar para o meu dicionário, adorei!
Boa tarde moço!

Olhos de Mel disse...

Estive lendo seus posts. Fiquei impressionada! Ha um mixto de sanidade e loucura, paixão e ternura, crença e descrença. Um jogo antagônico, que traz um efeito maravilhoso! Amei!
Bjs

Dindy disse...

O texto exemplar como sempre!
Ja o comentario do Jorge. Sem comentarios...
Muito interessante o modo pelo qual você vê a transa o sexo. è tão sutil em suas formas escrita que não se torna uma coisa vulgar.
Você é demais!!!
Beijos...