quinta-feira, 5 de julho de 2007

Agridoce

Está sereno. Apreciando o frio e o vento, as pessoas se abraçam num gesto de união cósmica. Pelo céu, as nuvens brincam de desenhar animais, frutas, todas as formas. Tem gente que olha e pensa que o mundo é mais. Tem gente que olha e pensa que não é nada mais do que o próprio mundo representado pela mão celestial. O frio que aproxima, não dá alento aos pelados sociais, escarrados por narinas melequentas que podem adquirir sorini em quaisquer farmácias do bairro. Falar de frio sem comentar sobre o entupimento dos narizes é como falar das fezes sem lembrar-se do odor.
Há quem diga que existe algo de valioso por detrás do arco-íris. O tal tesouro pode ser um simples sorriso ou uma mulher nua, dependendo da preferência. Outros são mais simplórios e materialistas optando por uma urna abarrotada de ouro. “Com dinheiro eu posso comprar sorrisos e mulheres nuas”, se contradiz o narrador. É verdade. Contudo, passar os olhos e constatar que merdas rodopiando num vazo sanitário de tampa suja é a coisa mais limpa – e digna - que se faz na vida, destrói qualquer raciocínio lógico em torno das belas paisagens de uma vida de sonhos.
Próximos de nós, os objetos também querem possuir um humano interessante. Por exemplo: um vibrador se sente mais feliz dentro das carnes mijadas de uma fêmea propícia ao prazer, do que nas caixas discretas produzidas por humanos que chegam tarde em casa, sem tempo de treparem com seus maridos ou esposas. É a necessidade do “quentinho” se sobrepondo ao frio, do ponto de vista deste objeto infecundo. “Enquanto os homens humanizam as coisas, os objetos vão ‘coisificando’ os homens”, leu o narrador em algum livro de teoria, escrito por uma caneta segurada por um autor que se sente seguro única e exclusivamente quando está a formar pensamentos. Bom, continua sereno e acho melhor sair da janela e ir dormir no meu colchão quentinho.

45 comentários:

Menina do Rio disse...

Nada mais verdadeiro!!! Pra muitos o "pote de ouro" além do arco iris nada mais é que papel moeda pra comprar objetos que "coisificam" as pessoas. É como trocar calor humano por um aquecedor a gás. Mas ainda há aqueles cujo desejo é um pote de sorrisos e um abraço quentinho...

Bem vindo Paulo! Foi um prazer passear nesta calçada de nossa cidade ao entardecer.

beijinhos

Girassol disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Girassol disse...

Aquilo que o mundo é depende da perspectiva de cada um de nós, nada mais acertado e verdadeiro.
Não gosto de pôr em causa as perspectivas alheias, por isso respeito quem para além do arco-íris só enxerga um pote de ouro.
Preferencialmente gosto de quem vê mais do que isso, sobretudo por serem esses que se distinguem no meio de gente cada vez mais "coisificada".
Beijo, bom resto de dia.

tati sabino disse...

nossa, belo post! como disse a Girassol " o mundo depende da perspectiva de cada um..." assim eu penso...rs
Bjos...e obrigada pela visita, será sempre bem vindo!

Olhos de Mel disse...

Belo post, viu? É o transcorrer da vida, exatamente assim: “Enquanto os homens humanizam as coisas, os objetos vão ‘coisificando’ os homens”
Gostei de vir aqui e vou voltar sempre.
Obrigada pela visita e pelo carinho.
Bjs

O Sentir dos sentidos disse...

Olá Fernando,
Obrigada pela visita em meu espaço.
Gostei muito do teu texto, tens uma escrita enxuta e bem elaborada.Teu olhar para o mundo é distinto e bastante profundo.
Dei uma olhada em tua lista de filmes, e posso te dizer como uma apaixonada por cinema...adorei!!!, já vi quase todos estes, mas vou dar uma ênfase no "Efeito borboleta"- fatástico!!!!!,Fantástico!!!!, "Laranja mecânica", "Cidade de Deus" - Verdade nua e crua, "Cidade dos Anjos"- um açúcar para adoçar nossas vidas,"Moulin Rouge" - Maravilhoso, belo, belo, "O auto da compadecida" - Ilário,(o nosso Ariano Suassuna dispensa comentários), "O conde de Montecristo", "O show de Truman", "Um sonho de Liberdade"...entre tantos.
Outra coisa..rss, Internacionais que te arrepiam...muito arrepiam a mim também...e todas...TODAS estas Nacionais que te arrepiam...arrepiam a mim também de igual forma.
O Chico Buarque não te arrepia?...Ah! porque não? Ele é dez...porque não?
Santo Deus, isto aqui não é mais um comentário..rss, é um jornal; Desculpa Fernando, mas quando começo a escrever sou feito uma metralhadora...rssssss.
Gostei daqui...e voltarei outras vezes.Venha sempre em meu cantinho tá? Tua presença será sempre bem vinda.
Beijo,

O Sentir dos sentidos disse...

Eu Novamente...

Bom muito bom...tua reparação quanto ao nosso Chico Buarque..rss.Achei lindinho tua imediata volta ao meu consentido, dando-me liberdade para poder metralhar teu blogue com tantas conversas, cometários, e blá, blá, blá.Vou voltar para uma melhor leitura em teu espaço certo? O sono já me chama, enquanto eu o desprezo...mas ele é um teimoso, e chama..chama..chama...e vou...;

Doce beijo querido,

Ana S. disse...

Colchão quentinho dá pra arrumar as ideias. Não é que na hora de dormir surge mais inspiração?
Gostei!
Beijos

Aju disse...

Otimo post Paulo!
Como sempre mandando bem nas referencias sociais em seus textos...
E como sempre tb fechando com chave de ouro adoro os final dos teus textos...

Abraços meu caro e otimo fds

Jana disse...

Depende do nosso estado de espirito, da nossa percepção no momento é assim que o mundo é, pintado a cada segundo, metamorfose de nós mesmos...

Vc , assim como o vibrador, preferiu em dado momento algo quentinho rs



Beijos

Ema Pires disse...

Bonito texto. Adorei. Obrigada por visitar-me é uma honra.
Beijinhos

Paula Negrão disse...

AI, que bonito..
os finais são sempre os melhores!

beeijos.

Frederico disse...

cara fico bacana pacas.. esse texto seu.. nossa adorei... parabens... dá uma força lá no meu tbmmm http://clubdosatoas.blogspot.com/

MaxReinert disse...

opa... vim aqui pela comunidade do orkut...muito legal os textos... o que mais gostei foi "A Hora do Almoço"!

A coisas estão aí, acontecendo! A diferença quem faz somos nós, dependendo para onde estamos olhando!

[]'s

Thiago Kuerques disse...

Aposto que esse tal livro de teoria écoisa tal da área la da estácio rs
E quanta saudades que sinto...
Ando pegando uns textos bem originais...os mesmos de teoria da comunicação rrrsrss
Me liga
Abraçaaao

Flávia Brito disse...

Oi, Paulo!

Gostaria de agradecer pela visita e pelas felicitações... aproveito para convidá-lo a aparecer mais vezes lá no meu blog que, comparado ao seu, ainda está engatinhando (rsrs).
gostei muito do seu blog: dos textos, do estilo, dos links... vale a pena voltar! Espero que não se importe se linkar...

Até mais!

Beijos!

Fernanda Ribeiro disse...

Adorei, muito bom...

Continua assim viise?

~*

Edson Bezerra disse...

A vida realmente tem perspectivas distintas dependendo do ponto de vista de cada um, não é?
Obrigado pela visita e parabéns pelo texto. Escreve bem.

Volte sempre ao Apenas Um...

Abraço

Claudia Lis disse...

Oi Paulo!

Me diverti muito com suas ótimas comparações nesse texto.

“Enquanto os homens humanizam as coisas, os objetos vão ‘coisificando’ os homens”

Sim, sim! Inteligência Artificial e Cyborgs. Onde chegaremos com isso tudo?

*Muito fofo o seu último comentário no meu LIS’UPGRADE! Bem que eu gostaria de postar mais sabe? Mas cadê o tempo (aquele fujão?)?

Beijos

Dindy disse...

Nossa!Comparações...
Texto indescredivel...
Meus parabéns!!!
Você será um otimo escritor,caso decida virá escritor.
Sou sua maios fã. Voce é e sempre será otimo em tudo aquilo que almejar.
Te adoro!!!
Beijos...

Kah disse...

Desculpe o sumiço,no blog eu explico.Adorei esse texto, coisifica os elementos que nos cercam, simplificando.parabéns pelo belo texto.Um beijo e lindo domingo!!!

Viktor Navorsky disse...

A vida é estranha... mas mais estranhos sao os homens que a vivem.

Olhos de Mel disse...

Olá, passando pra desejar uma boa semana!
Bjs.

Isadora A. disse...

a gente sempre acaba voltando pro quentinho, né ?

:(...

[des]estruturado disse...

O "se" é a utopia que me permite protestar e tentar fazer da vida algo melhor e mais justo...tentar achar felicidade além do arco-iris,mesmo que o caminho até lá seja cansativo...

Você tem ótimos textos!
parabéns!

(...) Bê disse...

“Enquanto os homens humanizam as coisas, os objetos vão ‘coisificando’ os homens”

Essa sim é uma daquelas verdades que todos sabem, mas tentam fingir que não!

Textos ótimos viu! E reflexivos, o que é melhor :)

Beijos mocinho.

B. disse...

Sereno? Seguro? Calmo? Onde eu acho isso, me diz. Tudo me sufoca, tudo.

Texto divinamente bem escrito. Como sempre, não?

Saudades.
Bisous.

Fê Probst disse...

Surpreendente teu modo de escrever e transmitir as coisas.
E, por detrás do arco-íris, não existe nada valioso, o que vale, é o próprio arco-íris parado ali.

Beijos

Ácido Poético disse...

Arco-iris, sol, chuva... sentimentos...
Belas palavras, meu caro.

Desculpe a minha ausência. Viagens, trabalho, workshops...

Abraços de sol
Brunø

Cida disse...

Da janela de cada um, uma visão agridoce da vida.
Magnífico texto!
Beijos da Borboleta amiga.

Olhos de Mel disse...

Oie... cadê você?
Bjs

Graça Carpes disse...

Homens e suas coisas...
:)

Menina do Reggae® disse...

Vamos todos morrer.

de frio.

Au Revoir

Claudia Lis disse...

Voltando só para dizer que seus comentários no meu LIS’UPGRADE são sempre ótimos!

=)

“Bom, continua sereno e acho melhor sair da janela e ir dormir no meu colchão quentinho.”

Vou até a janela, daqui a pouco, para olhar a escuridão tranqüila da minha rua e em poucos minutos precisarei sair do sereno, para deitar no colchão quentinho.

Beijos

Olhos de Mel disse...

Passando pra desejar bom fim de semana e deixar um beijo.

Gabriele Fidalgo disse...

É a primeira vez que eu leio o seu blog, e estou realmente encantada com a sua forma de dizer as verdades.
Lemos essas suas palavras tão cruas, e percebemos que diz o que queríamos e não sabíamos como. Ou então nos deparamos com o que ainda não tinhamos nos dado conta.

Adorei. =]

Beijos.

alexia disse...

Confesso que estou impressionada...fizeste-me pensar que o vibrador tb tem sentimentos:))).

Beijos

Olhos de Mel disse...

Pra desejar uma boa semana! E deixar beijos

Olhos de mel disse...

Uma boa semana pra você! Que ela seja cheia de realizações.
Bjs

Carlinha disse...

“Enquanto os homens humanizam as coisas, os objetos vão ‘coisificando’ os homens”
Isto mexeu comigo, porque parece verdadeiro... Eu humanizo tantas coisas ultimamente...
Gostei de todos os parodoxos produzidos.
Beijos!

Lara disse...

Ta aí um texto que me prendeu da primeira a ultima linha e me deu vontade de ler de novo...
Boa semana!
Bju

Moura ao Luar disse...

Agridoce faz-me lembrar a comida chinesa ;-) Beijo

Line disse...

q foda!

Raysla Camelo disse...

Uhmmm...
Saudade!

Um ser pensante disse...

Poxa, Paulo! Super bacana seu post. Me deixou mais morta de vergonha ainda do que acabei de postar no meu, rs. Obrigada pela visita. Vim retribuir e acabei ADORANDO seu espaço. Estou adicionando em meus favoritos para visitá-lo mais vezes, ok?

Quanto aos objetos que coisificam os homens.... vc já assistiu Dogville? Se não, vai adorar!
Beijos e volte sempre