segunda-feira, 28 de maio de 2007

A hora do almoço

Tema sugerido por Laura Inafuko:
"Fome."

- Pai, eu tirei uma foto muito legal!

A foto mostrava a imagem de dois amiguinhos comendo cachorro quente, numa lanchonete da zona oeste do Rio de Janeiro. Eles estão sorrindo e olhando desconfiados para um mendigo sentado no chão, próximo do estabelecimento onde se alimentam. Era cerca de 12:30.

- Gostei muito, meu filho – disse o pai, passando a mão na cabeça do menino.

Um dos detalhes da foto, o qual não tinha sido notado pelo garoto, era que o mendigo estava comendo as azeitonas do cachorro quente dos seus amiguinhos, provavelmente arremessadas ao chão, porque eles não simpatizavam muito com o fruto.

- E aí, já sabe o título que vai pôr na foto? – perguntou o pai.
- Não... foto precisa de título? – questionou inocentemente o filho.
- Claro! É isso que a identifica no meio de tantas outras.


O filho vislumbrou meticulosamente a foto (ou, pelo menos, tentou), no intuito de descobrir um nome que mais se adequasse à imagem. Porém, seus olhar infantil só o fazia enxergar um mundo de sorrisos e fast foods baratos. Aliás, o fotógrafo mirim nem sabia o significado da palavra “food”, tanto literalmente como metaforicamente. Ele franzia a testa, remoendo em sua pequena cabeça pensamentos que pudessem levá-lo à um denominador comum, isto é, o título. Os objetos entravam numa sintonia estranha que ele não sabia...

- Que tal “a hora do almoço?” – o pai interrompeu os pensamentos do menino, indicando um título..
- Achei esse título ótimo, papai!


De um lado, o menino reparava mais uma vez o cachorro quente na mão dos amiguinhos, na medida em que concordava com o seu pai. Do outro lado, o pai observava o mendigo desfrutando daquela “reles” azeitona, outrora dispensada por outras bocas. Ambos estavam certos de que tinham tomado a melhor decisão para o título.

28 comentários:

Van disse...

Triste! Triste! Triste!
:(

Dindy disse...

Triste realidade, que muito Brasileiro vievem.
Otimo tema sugerido. Como sempre muito bem desenvolvido.
è isso ai menino asssim muito antes do que você espera, trabalhará para a "Rede Globo".
Te curto muito....
Beijos...

Vinícius Lírio disse...

.

uma bela tradução daquilo que "negligenciamos" todos os dias... afinal cenas como essas estão estampadas sempre na nossa cara.

.

Adrian Masella disse...

Diversas maneiras de vizualizar a mesma coisa....
Diversas formas de entender a mesma situação!
Diversas idéias que no final, convergeram pra um ponto!!!

Infelizmente, a realidade é assim!

Ju Lua...sobrenome indefinido até alguém ter coragem de me dar o seu! disse...

A possibilidade vista por dois ângulos...interessante!
Bjoooka!

Daniele disse...

Excelente texto que tras à tona a nossa realidade, infelimente uma triste realidade.

beijos,

Dhyana disse...

na guiné bissau trabalhei em muitas áreas sociais o que incluia hospitais e etc. Nunca tive um contacto mais directo com a "fome" porque felizm. nesse país, isso não era um problema. Mas faltava sempre algo, e penso, se com tudo o que lá se passava, a probreza, a doença, se também faltasse comida... nem quero pensar. sempre que penso no que se passa em darfur por ex, foge-me a alegria e a consciência toma conta de mim. A tristeza é atrevida, não pede licença.
Beijo.

PATY disse...

ola !adoro vir aqui
e hoje trago de novo
minha amizade desejando
uma boa semana com muita paz !

Miosotis disse...

Grata pela visita.
Excelente texto.
Gostei!!!
Volte sempre que lhe apetecer.
Beijos embrulhados em miosotis

sonia alves disse...

oi nossa como eu gostei de vir aqui ,na realidades tudo o que voce escreveu aqui neste seu post e muito triste ,mas e a realidade infelizmente ofereco a voce o meu award pode pegar ta ?
Oferece sempre o teu sorriso ao amigo. O teu sorriso pode ser o último consolo que ele busca.
Estende sempre a tua mão, porque este poderá ser o último gesto que tu lhe poderás oferecer.
Dedica um pouco do teu tempo para quem dele precisar.
Esteja sempre presente, porque pode acontecer que um dia, ninguém mais sinta a tua falta.
Não negues nunca a tua fala ao amigo quando ele quer te escutar, porque pode ser que ele não encontre na fala de outras pessoas o que esperava de ti.
Tenha um sorriso nos lábios, mãos estendidas para dar, braços abertos para acolher.
Sê humilde para ouvir, e corajoso para falar e comunicar-se.
Esteja sempre disposto a perdoar. Oferece a todos que precisarem hoje, o melhor de ti.
optima terca feira e fique com deus bjs

zana disse...

Por isso que temos que dar graças a Deus pelo que temos todos os dias e ajudar quem não tem!!!!

Laura disse...

profundamente triste..


===


vc eh incrivel xD

Luís Galego disse...

triste realidadem relato para nos fazer pensar!!!

Chris disse...

Hello, you have a wonderful blog, can you please contact me at linkexchange@edenfantasys.com? I have something to discuss with you
Regards, Chris
(Please can you delete this comment after your decision?)

ahnizos disse...

só agora vi o comentário no meu blog.
obrigada :)

e gostei deste post.
Embora triste...é a realidade.

**

Skin on Skin disse...

Arrepiei-me...Sem palavras! :(

Beijokas on skin

Jana disse...

triste realidade... Mas acho que teria sido um bom momento pra ensinar essa realidade ao menino...

Beijos

Vinícius Lírio disse...

.

se precisar de uma ajuda sobre o layout... estamos ae.

.

Elza disse...

Nossa, infinitamente triste!!


=[

Bruno disse...

Bela reflexão, mas uma triste realidade do nosso país. Uma vez li uma frase que sempre fica me cutucando: "o mundo está doente, e o que é pior: está se acostumando às suas doenças".

Obrigado pela visita lá no Acepipes, Paulo. Seja sempre bem-vindo!

Aju disse...

Mto bom o texto como sempre paulo infelizmente a fome é uma constante que assola o mundo...

Mas antes dela existe um mal bem pior, o egoismo e a banalizaçao da vida que geram este tipo de situaçao...

Abraços meu caro!

Thiago Kuerques disse...

Vã ilusão.

Em todo detalhe há um detalhe maior ainda, paradoxalmente.

Grande texto. Grande!!!

Abraçao cara

zeze disse...

Olá Amigo

Histórias da vida...

Um Abraço

Moura ao Luar disse...

Pela forma como abordas os temas, e por gostar muito de ler vou deixar-te uma nomeação lá no meu blog mais logo. Um beijo :-)

Anna Carolina disse...

Excepcionalmente Maravilhoso. Infelizmente, a Realidade é essa. Ainda que ruim, a Realidade dá muito "pano pra manga". Adoreii.

Beijinhos

Marcelo disse...

Nossa cara...Essa foto me deixou mal aqui, putz.
Tenho filhos e não posso ver crianças em situações desse tipo que me revolta.

Abração e parabéns pelo post.

paty disse...

DESESPERO

Choro,
Por todos os mortos ignorados;
Choro,
Por todos os corpos mutilados;
Choro,
Por todas as crianças estropiadas e massacradas;
Choro,
Por todas as mulheres violadas e abandonadas;
Choro,
Por todos os horrores da Guerra
Que apagaram, dos olhos das crianças,
O fulgor da infância
E a alegria da esperança.
Depressa! É urgente!
Acabem com a Guerra,
Com as vidas destroçadas.
Abracem-se irmãos,
Apaziguem os vossos corações
E tragam-nos a Paz!
Já não tenho mais lágrimas
P'ra chorar
Por esta minha Angola martirizada!

LuciDo disse...

É um conto? é Real??
se for real posta a foto
:(
não é a inocencia que não fez o garoto não ver o mendigo foi o egoismo mesmo.