sábado, 13 de maio de 2006

Fechando os olhos

Acordar todo dia e perceber o mundo à sua volta é um saco, não acha? Tudo bem, você não pensa como eu. Mas um dia pensará - estou profetizando. Faço uma proposta: tente levantar da cama, num dia qualquer, sem abrir os olhos, sem sentir nenhum golpe de luz em sua íris solitária. Tente. Sugestão: amarre uma venda no rosto para facilitar o nosso "joguinho".
Para que tudo funcione conforme o esperado, atue da maneira como você costuma levar a vida, isto é, beba café, escove os dentes, tome banho, faça cocô, xixi, se masturbe - acho que isso você já faz de olhos fechados - e por aí vai. As sensações, por mais que sejam corriqueiras, serão interpretadas de maneira diferente pelo corpo. Você sentirá mais cheiro, sentirá mais paladar, ouvirá mais... é quase que instantâneo. Perde-se a janela da alma, mas ganha-se na ampliação dos cômodos onde residem nossos sentidos.
Aonde quero chegar? Talvez eu queira chegar em lugar algum. Quem deve tentar é você, com sua experiência individual, coletiva, afetiva... eu já tentei e obtive meus resultados. Houve momentos em que a minha vontade de ver o mundo era tão grande que, mesmo com os olhos fechados, eu chorava, com vontade de sair daquela "prisão". Depois de tudo, constatei algo: sou escravo daquilo que vejo, estou a mercê de um único sentido. Já reparou como a flor fica mais cheirosa quando olhamos para ela? O mesmo serve para os alimentos que consumimos ou para as mulheres que "comemos" e que nos "comem". A visão, de certa forma, realça os outros sentidos.
Experimente fazer sexo com a venda, explorando cada parte do corpo do seu parceiro (a), cheirando, apalpando, sugando... existem inúmeras possibilidades. No fim, tire a venda para dormir. Muito provavelmente você continuá sendo o que é, todavia, garanto que o mundo ao seu redor não será mais o mesmo.

Obs: Em caso de crise de abstinência da luz, tire a venda e esqueça tudo. Volte para sua prisão e curta o dia a sua maneira. Não vou lhe criticar por isso... Você nasceu com os olhos, não posso forçá-lo a esquecer disto.

Bom, para compreender as coisas que serão escritas por aqui regularmente, não será necessário que vocês fechem olhos. Pelo contrário: terão que abrí-los além do nível de consciência do senso comum...
Obs2: abrir os olhos não significa mantê-los abertos, porém deixo a decisão com vocês.

Sejam bem vindos!

15 comentários:

Thiago Kuerques disse...

Fala negao.
Nao vou nem abrir, nem fechar os olhos. Vou fincar com olhos entreabertos. Fechando os olhos pra sacanagens, abrindo pra outras coisas.
POsso dizer que nesse blog teremos que ficar com os olhos bem abertos.
Visita o meu/nosso

L.D disse...

Até agora não entendi o fundamento desse blog. Para quê serve? Só li um monte de palavras e pensamentos jogados, sem nenhuma utilidade aparente.

Voltarei a comentar, quando você designar algo de funcional para este espaço.

Abraços!

L.D disse...

Não leve a crítica para o lado negativo. É apenas um toque. Você pode usar esse espaço para inúmeras coisas interessantes. Pense nisso!

Paulo Fernando disse...

Aceito as suas críticas, mas o que é interessante para vc? O que é interessante para mim? O que interessante para quem lê?
O aspecto do gosto, como todos sabem, é muito relativo. Espero que meus leitores, assim como vc, leiam e tirem suas próprias conclusões. Imagine se o mundo fosse feito de coisas interessantes apenas... perderia a graça, não é verdade?

Muito obrigado!

Ree Carneiro disse...

eu já tentei isso. ficar de olhos vendados

é uma experiência única! rs...

adorei o texto! você escreve muito bem.

Irei visitar amsi vezes

beijos

Ree Carneiro

Danizinha fofuxa..haha disse...

Caraca hein, Deus me livre, eu naum leio isso td nem mortinha hein..fla seriuuuuuuuu..bom, mas dv ta mto bom esse texatamento td ae...huhuahuahauhau
bjokaaaaaaaaaaaas...=******
ateh loguinho mocinhoooo

Poeta da Meia-noite disse...

Muito bom o Texto. Não ligue para as críticas. Há pessoas no mundo que, nem com olhos fechados, voltarão a ter a sensibilidade que esse rude mundo nos tirou.
Voltarei mais vezes a visistá-lo. Espero que também goste do meu.
Beijos e Parabéns!

Karen disse...

Paulo querido, eu não entendi nada do q estava escrito!
Até q fim vc autorizou o comentário de todos!
Bjokas p/ti....

Anônimo disse...

[b] Estou com preguiça de le, depois eu leio, te meu amor!!!
Bjoks...

delmar marques disse...

Como tenho um pé no budismo, eu costumo meditar, que é como colocar essa venda nos olhos e deixar a mente flutuar. Tente com mais técnica que vc realmente vai usufruir melhor dessa sensação. Abração do Del

Dani disse...

oieeeeeee...
ai credo vc escreve mta coisa ¬¬"

Nique Viegas disse...

Ursinho....rsrsrs

e

Miguxaaaaaaaaa....

Adoro vcs...
Saudades...
Nossa, ta muito legal esse blog...rsrsrs
Beijinhossssssssssss...

bbbrunixxx disse...

Oi Lindoooo.. teu blog ta genial.. apesar de chato te adoro... mentira n é chato n.. isso é uma mera implicancia de quem gosta uahauah... bjos..

Glaucia disse...

Paulo, cheguei a conclusão que você realamente está em crise!Rsss!!!
Pronto cometário feito , tá feliz?!Rsss!!!
Beijokas!!!

Dindy disse...

Como eu não,pode postar meu excelentissimo comentario aqui. então apos 3 anos do seu poste e apos 4 anos de namoro. Aqui estou prestigiando você. Meu querido amor.
TE amo!

Xerim...

Beijos...